A reforma das Forças Armadas

26 de janeiro de 2021

continue lendo

Seaspiracy, o documentário que vai mudar sua relação com o sushi

26 de janeiro de 2021

continue lendo

Os servidores públicos estão salvando o Brasil

26 de janeiro de 2021

Esperança de superar pandemia está na Fiocruz, Anvisa, Butantan, SUS…

continue lendo

Governos importam

22 de dezembro de 2020

Pessoas motivadas e reconhecidas fazem toda a diferença

continue lendo

É possível transformar o Brasil

21 de outubro de 2020

O futuro da governança pública no país está nas mãos do Congresso — e esta é uma oportunidade que não existia há mais de vinte anos

continue lendo

Reforma administrativa o congresso na cara do gol

21 de setembro de 2020

Não podemos ser eternamente o país que cria dificuldades para vender facilidades.

continue lendo

Pela democracia, transformar o Estado

16 de setembro de 2020

O futuro da governança pública no país está nas mãos do Congresso — e esta é uma oportunidade que não existia há mais de vinte anos

continue lendo

Com nova sensibilidade, arte pode ressignificar gestão pública no país

10 de setembro de 2020

Em 1977, Mierle Ukeles tinha 38 anos, um mestrado, um manifesto artístico e três filhos, mas foi ao se convidar para ser artista residente no Departamento de Limpeza Urbana da cidade de Nova York que ela inscreveu seu nome na história da arte.

continue lendo

Rancor e paranóia no Bolsonarismo

20 de Junho 2020

Hoje, junho de 2020, é possível sustentar com alguma confiança lógica que não há racionalidade em apoiar o Presidente Bolsonaro. Suas atitudes e políticas se mostram contrárias aos interesses individuais, sociais e econômicos, se olharmos a partir de quase todas as perspectivas.

continue lendo

Elogio da Sombra

Dezembro de 2016

Foi num dia especial, dia 18 de maio, num subúrbio da cidade de Yokohama, ao sul de Tóquio. Foi nesse dia, parafraseando o Dapieve, que usando uma saia amarela num estúdio de dança, que eu comecei a amar o Japão.

continue lendo

Por um cinema imaginado

Dezembro de 2015

Acossado por telas de todos os tamanhos, o fazer-cinema hoje impõe um debate – tão extenso quanto essencial – sobre formas de narrativa e experiência artística. Ecos de Umberto Eco e do “Narrador” de Walter Benjamin me fazem acreditar que o maior cinema hoje (para não falar “melhor”) parte de uma narrativa aberta – ao contrário de uma história fechada, com explicações definitivas.

continue lendo

Drogas hoje / Pensando nisso / Pensando naquilo / Não é papo de doidão

13 de outubro de 2012

Em meio à votação do mensalão e aos resultados das eleições municipais, inicia-se agora uma campanha que vai dar o que falar até o carnaval. Um grupo liderado pela ONG Viva Rio se organiza para colher um milhão de assinaturas e colocar em votação no Congresso uma revisão da legislação das drogas no Brasil.

continue lendo

Por que a gente é assim?

21 de julho de 2011

Quem nunca questionou por que algumas pessoas pensam e agem de certa forma, geralmente em momentos de total oposição aos nossos pensamentos e certezas? A questão é que essa pergunta é sempre feita em relação ao outro, àquele que não é igual a nós.

continue lendo

Um Guru que me escapou

1 de Agosto de 2008

Se como acredita o Cildo Meireles – muito provavelmente pra reduzir suas obrigações com entrevistas – falar sobre um projeto é uma maneira de não realizá-lo, poderíamos concluir que escrever sobre um filme incompleto é uma forma de enterrá-lo de vez. Surge então o desafio de, em texto, fazer jus ao esforço audiovisual em vão. Não há segundo take.

continue lendo

O Exército aos Nossos Olhos

12 de Julho 2008

Todos os anos, 115 mil jovens prestam serviço militar nas três Forças Armadas brasileiras. Até quatro anos atrás, esse número superava o total de alunos da maior universidade do país (que, aliás, é privada). Hoje, o Exército é uma mistura de universidade e serviço social. A avassaladora maioria dos jovens busca ali não o encaminhamento de uma vocação, mas sim um complemento de renda para suas famílias. 

continue lendo

A cidade culpada precisa discutir alternativas

Fevereiro de 2008

Há 50 anos com sua morte anunciada, o cinema nos mostrou no último ano que é capaz de Influenciar e mobilizar como talvez nenhuma outra forma de comunicação. Bastaram duas coisas para “aquecimento global” se tornar o conceito da hora: um relatório pessimista da ONU (como tantos outros) e o filme “Uma verdade Inconveniente”, sobre a cruzada ecológica de AI Gore.

continue lendo

Um Cinema em Vias de Desaparecimento?

2005

“Viemos à Paraíba, pra tentar fazer um filme sem nenhum tipo de pesquisa prévia, nenhum tema em particular, nenhuma locação em particular. Queremos achar uma comunidade rural de que a gente goste e que nos aceite.” Esse é o ponto de partida do novo filme de Eduardo Coutinho.

continue lendo

Dos Nazistas aos Canibais

2004

Berlim faz de seu festival de cinema uma festa. Uma cidade que viu e viveu demais nos últimos 70 anos, traz para o mundo visões de alguns mundos. Nos filmes que apresenta mas também em suas ruas. Da chegada de Hitler ao poder em 1933, passando pela Segunda Guerra, pelo muro que dividiu um povo, Berlim é hoje uma cidade multiétnica, reconstruída e reintegrada, hedonista como a Love Parade, sua festa de música eletrônica inspirada no Carnaval carioca.

continue lendo